domingo, 7 de setembro de 2008

Queridos, cheguei!

Como trata-se da primeira postagem, a de estréia, gostaria apenas de contar um fato curioso que aconteceu nesta última semana.
Eu havia acabado de tomar um ônibus, quando notei que a senhora à minha frente era adepta do protestantismo. Nada de extraordinário até aí.
De repente, alguém entra no coletivo (entendam alguém como um ser sem maiores identificações ...realmente não sei dizer a que gênero sexual a criatura pentencia...enfim...). E esse alguém acha de sentar-se justamente ao lado da senhora evangélica. Creio ser possível imaginar a cara de horror da pobre senhorinha...
A outra (ou seria outro?), estava lindamente vestida dentro de uma mini saia (ou seria um cinto?) e de um espartilho. **Causando no busão**
O desconforto da senhorinha era indiscutível. Ela remexia-se toda, procurando manter distância daquele ser pecaminoso. Afinal, ela corria o risco de macular-se com os maus fluidos exalados por aquela criatura.
Quando o pobre ser desceu, parecia que haviam retirado uns mil quilos das costas da religiosa (será que é mesmo??). E sem pudores, a senhora não disfarçou seu alívio.

Mas quem pode dizer a que possui maior valor? Quem está apto a tal?

Moral da história: julgar é pecado até para os fanáticos religiosos. E julgar mal, então...

2 comentários:

Paulo disse...

Pois é, isso vende.

Gabi disse...

Huahuahuhaa...de fato esses religiosos fajutos que temem a um deus preconceituoso e impiedoso são um bando de toscos...¬¬...e n duvido nada que o "ser estrado" sentou do lado da tal velhinha propositalmente...hauhauha..PONTOS PARA ELE(A)...heheheheh